Nobre-Lobo_thumb

Boa noite, ratos de bibliotecas. Espero que estejam famintos, pois hoje há um banquete de beleza e suspense, do jeito que vocês gostam: bem cru e sem floreios!

Mais uma vez o R2PG traz uma obra nacional da mais alta qualidade para os amantes da literatura. Nobre/Lobo é uma HQ de suspense policial escrita por Gustavo Tertoleone e ilustrada por João Gabriel.

A OBRA

Nobre/Lobo é um thriller policial que segue os detetives Luís Nobre e Mílton Lobo em sua investigação de desaparecimentos de crianças na cidade de São Paulo.

Com um roteiro denso e envolvente, a obra te leva a uma das mais frias e complexas faces de São Paulo: a cidade violenta, cruel e selvagem. Você vê pessoas tentando viver suas vidas normais, a cada dia fingindo ignorar o medo e o perigo que os rodeia.

Nobre Lobo HQ

Os traços te jogam na ação de um ponto de vista imersivo e inteligentemente poético em um nível que com certeza não se vê todo dia.

Vencedor do prêmio ProAC-SP de Histórias em Quadrinhos de 2017, as 138 páginas são publicadas pela SESI-SP Editora.

A edição vem em papel couchê fosco 150g/m² e a capa é triplex 300g/m² com laminação fosca.

NOBRE/LOBO

Nobre Lobo

Uma onda de desaparecimentos de crianças assola a cidade de São Paulo.

Sem corpos ou pistas, as autoridades tentam não causar um pânico generalizado enquanto dois detetives da Polícia Civil procuram a resposta das dúvidas de todos.

Os parceiros Luís Nobre e Mílton Lobo são uma boa receita de detetives: combinam experiência, energia e sagacidade utilizando da amizade e companheirismo para juntar os ingredientes.

Porém, o mistério que os espera colocará tudo à prova. Moral, família, amor, sanidade… Tudo está em jogo.

Entrevista

R2PG: De onde surgiu o projeto Nobre/Lobo?

Gustavo Tertoleone: O Nobre/Lobo surgiu da ideia minha e do João de começar a de fato trabalhar com quadrinhos. Já o conceito inicial da história foi absorvido de obras como True Detective, Além da Imaginação, Lovecraft em geral, etc.

João Gabriel: Daí foram muitas conversas e re-trabalhar conceitos até chegar no produto final

R2PG : A história é muito bem ambientada em São Paulo, trazendo detalhes e nuances da cidade tanto no visual quanto na parte social.
Isso foi um desafio maior do que criar uma cidade genérica?

GT: Foi um desafio porque requereu muita pesquisa da nossa parte, desde as diferentes características da Polícia Civil até o design de prédios de SP, e aí ter que adaptar tudo de maneira novelesca para que a obra não ficasse nem muito artificial nem muito real. Os problemas sociais a gente não vive na pele como muita gente por aí, mas uma conversa com essas pessoas que sofrem muito dessas tribulações já ajudam a elucidar o suficiente para transcrever para o papel.

JG: Para a parte visual inclusive foi necessário visitar alguns dos pontos usados na história. Mas é bem isso que o Gustavo falou, os leitores precisam sentir que elas estão em São Paulo mesmo.

R2PG : Vocês venceram o prêmio ProAC-SP com esta obra. Como foi esse processo o no que isso acarretou?

JG : Foi bem corrido, tanto antes quanto durante o ProAC, pois ficamos sabendo do edital um pouco próximo da data de abertura das inscrições. Levou algumas noites em claro revisando os documentos do projeto, mas tínhamos já a história completa e isso acabou facilitando.

GT : Vencer e ter a possibilidade de produzir uma obra 100% autoral foi um sonho realizado. O processo foi gradual, alguns meses para finalizar o roteiro e revisar e pouco mais de 7 meses para ilustrar e colorir cerca de 140 páginas, o João foi que sofreu de verdade com a deadline que nós mesmos colocamos para tentar estrear a obra na CCXP 2018.

JG : Sem contar realizar a contrapartida do ProAC, achar uma editora que aceitasse publicar a HQ e lidar com as burocracias do ProAC (relatorios de acompanhamento e afins).

JG : Tudo isso a tempo da CCXP 2018.

JG : O ProAC nos dá 10 meses + 60 dias de extensão de prazo caso seja necessário, mas precisávamos terminar antes pra ter a tempo do evento.

R2PG : Já estão em mais algum projeto em andamento?

Nobre Lobo HQ

GT: Temos uma graphic novel que estamos concebendo e negociando com editoras internacionais, além disso eu estou envolvido com outros três projetos de graphic novel e um possível documentário.

R2PG : O que Nobre/Lobo nos ensina?

JG : Responsabilidade.

GT: O Preço das escolhas, e como o João falou, ensina muito sobre responsabilidade.

R2PG : A trama lida com raptos e mortes de crianças, um tema muito pesado. Como é produzir um conteúdo assim?

JG : Essa parte da história é o que a conduz, mas tem vários outros aspectos que ajudam a construir o universo da HQ, o que deixou o processo de lidar com um tema pesado um pouco menos tenso.

R2PG : O quê, por exemplo?

JG : Toda dinâmica entre os personagens, cada um revelando seus melhores e piores lados, guiados pelo que cada um acredita ser certo, e como isso afeta não apenas a investigação, mas suas próprias vidas pessoais.

R2PG : Na “ficha criminal” de vocês são mencionadas atividades RPGísticas. Que sistemas vocês gostam de jogar?

JG : Tudo que sei de RPG eu só descobri com o Gustavo, então a resposta dele vai ser mais legal que a minha (Risos).

Mas, do que eu já joguei, gosto bastante de Call of Chthulu e também gostei de Lamentations of the Flame Princess (apesar de não ter jogado tanto desse último).

Queria muito jogar também Delta Green e Fiasco (fica a indiretinha pro Gustavo mestrar logo uma campanha desses sistemas).

GT : Eu sou um adepto da escola OSR, gosto muito de Lamentations of the Flame Princess. Sou fã também de jogos de horror, Kult, Call of Cthulhu e Vampiro a Máscara é minha santíssima trindade. Por outro lado, Unknown Armies, Paranoia e Over the Edge é minha trindade qliphótica.

R2PG : O RPG influenciou Nobre/Lobo ou vice-versa?

GT : Sim, ao menos da minha parte. Muitas das aventuras de investigação que joguei me ajudaram a desenvolver conceitos investigativos e como desenvolver uma trama que seja funcional.

JG : No meu caso, não. As influências vieram de True Detective, filmes como Os Suspeitos, Seven e HQs como Hellblazer, Gotham by Midnight, Hellboy, Do Inferno… várias paradas (risos).

R2PG : Vocês moram em Cosmópolis, uma cidade relativamente pequena. Isso dificulta o contato com editoras, ir a eventos e etc?

JG : No nosso caso, não muito. O contato com as editoras foram todo por e-mail e telefone, então não teve muito problema nesse caso, não. E como estamos na região de Campinas, estamos relativamente próximos dos eventos que acontecem na região.

Claro que, se quisermos ir para algum evento mais longe, em outro estado, vamos precisar de um planejamento mais cuidadoso. Mas não é algo que só a gente tem que lidar, acho que todo mundo do meio lida com isso.

R2PG : Mais alguma consideração que queiram fazer?

GT : Dá pra adquirir o Nobre/Lobo comigo ou o João, através da SESI-SP em São Paulo, pela Amazon ou em algumas livrarias do estado.

JG : Na Amazon tá com 25% de desconto

Na loja da SESI-SP

Comigo e/ou com o Gustavo é possível adquirir diretamente em eventos.

Só acompanhar a gente nas redes sociais que vamos atualizando sobre tudo.

E também quem quiser trocar ideia com a gente, pode chegar através delas:

João Gabriel:

Twitter: @huenito

Email: [email protected]

Behance: http://behance.net/Huenito

Também pode chegar pelo Facebook:
http://www.facebook.com/Huenito


GT : Gustavo Tertoleone:

Instagram: @herrsorg

Facebook: Gustavo Tertoleone

E-mail: [email protected]

R2PG : Obrigado pelo papo gente.
Sucesso para vocês e parabéns pela excelente obra!

Huge Discounts on your Favorite RPGs @ DriveThruRPG.com

mm

Classes: Compositor 6º, Viajante para o Passado 4º, Leitura não-popular 5º